Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pós-graduação

Juízes federais podem ter acesso facilitado a cursos de mestrado

A criação de condições favoráveis para a participação de juízes federais em cursos de mestrado é prioridade do ministro Cesar Asfor Rocha como diretor do Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal.

O corregedor-geral do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (sede em Recife-PE), Francisco Queiroz Cavalcante, que também é professor do Departamento de Direito da Universidade Federal de Pernambuco, está elaborando uma proposta para programa de mestrado.

O ministro pretende estabelecer programas conjuntos com as Escolas da Magistratura dos Tribunais Regionais Federais para a oferta de cursos e seminários, no intuito de racionalizar essas atividades e o custo de sua realização.

No dia 12 de dezembro aconteceu uma primeira reunião, convocada pelo ministro, no CEJ/CJF, para tratar do assunto. Além de Queiroz, a reunião contou com a participação dos juízes: Jirair Aram Megueriam, José Eduardo Carreira Alvim, Marga Inge Barth Tessler e Napoleão Nunes Maia Filho, diretores das Escolas da Magistratura dos TRFs da 1ª, 2ª, 4ª e 5ª Regiões respectivamente.

Representando a Escola da 3ª Região, compareceu a sua vice-diretora, Marli Marques e também, como convidada, a juíza federal Germana Marques, da Seção Judiciária do Ceará.

Participou ainda da reunião o professor Fernando Scaff, coordenador de pós-graduação da Capes, que apresentou aos participantes uma "fotografia da pós-graduação no Brasil em 2001".

Revista Consultor Jurídico, 16 de dezembro de 2002, 10h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/12/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.