Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Talento reconhecido

Juíza que autorizou entrevista de seqüestradores ganha prêmio

A juíza Kenarik Boujikian Felippe, que autorizou a entrevista de seqüestradores do publicitário Washington Olivetto, receberá o XIX Prêmio Franz de Castro Holzwarth de Direitos Humanos. O prêmio será concedido pela Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, secção de São Paulo.

A juíza é presidente do Conselho Executivo da Associação "Juízes para a Democracia".

Este ano, Kenarik considerou que os seis seqüestradores do publicitário não cometeram crimes de formação de quadrilha e tortura. Cometeram extorsão mediante seqüestro. Por isso, estabeleceu 16 anos de prisão para cada um dos seqüestradores. O Ministério Público considerou a pena branda.

As menções honrosas serão entregues aos promotores de Justiça da Infância e Juventude, Ebenezer Salgado Soares, Sueli de Fátima Buzo Riviera, Wilson Ricardo Coelho Tafner, Marcio Pochmann e Michael Mary Nolan.

A solenidade acontecerá no dia 10 de dezembro de 2002, às 17 horas, no Salão Nobre da OAB-SP.

Revista Consultor Jurídico, 5 de dezembro de 2002, 12h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/12/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.