Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Malote digital

TST e STF terão malote digital para agilizar transferência de dados

As áreas administrativas do Tribunal Superior do Trabalho e do Supremo Tribunal Federal assinam, em breve, um protocolo de intenções que irá tornar mais ágil a transferência de dados sobre processos e partes entre os dois órgãos judiciais. O diálogo inicial a fim de implantar, futuramente, um malote digital entre TST e STF ocorreu hoje (26) entre os diretores-gerais dos dois Tribunais, Gustavo Caribé de Carvalho (TST) e Francisco Silvino Matos (STF). Estiveram presentes à reunião o diretor da coordenação judiciária e o da coordenação de informática do TST, Valério Augusto Carmo e Luís Carlos Saletti.

O estreitamento da cooperação entre TST e STF permitirá a utilização do meio eletrônico para desburocratizar a transferência de dados processuais, em benefício das partes envolvidas.

Por este motivo, as Presidências dos dois Tribunais estão dando prioridade à informatização das transferências de dados - cuja relevância se demonstra pela quantidade de processos judiciais em curso. O TST autua dez mil causas ao mês e o STF recebe a média mensal de oito mil processos, provenientes de todo o País. A remessa de recursos (recursos extraordinários e agravos de instrumento) do TST ao STF alcança sete mil por ano.

Leia também:

STJ transfere informações ao STF por malote digital (12/08/02)

Presidentes do STJ e STF assinam termo e implantam malote digital (19/08/02)

Revista Consultor Jurídico, 27 de agosto de 2002, 12h07

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.