Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Vitória tucana

TJ paulista barra criação de cargos de confiança na prefeitura de SP

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Sérgio Augusto Nigro Conceição, concedeu liminar para suspender a criação de 93 cargos de confiança nas coordenadorias das subprefeituras paulistanas nesta segunda-feira (26/8). O pedido foi feito pelo Diretório Municipal do PSDB, representado pelo advogado Ricardo Silveira. A prefeitura ainda pode recorrer.

A Ação Direta de Inconstitucionalidade foi impetrada depois que a prefeita Marta Suplicy vetou a exigência de diploma de nível superior para a ocupação dos cargos de coordenadores de Saúde, Projetos e Obras e Planejamento e Desenvolvimento.

No texto aprovado pela Câmara, era exigida a qualificação profissional para o preenchimento dos cargos. De acordo com o PSDB, ao vetar a qualificação, a prefeita contrariou o artigo 66 da Constituição Federal.

"A prefeita valeu-se de um expediente muito comum na época da

ditadura militar. O veto parcial promovido fere a Constituição e revela a face autoritária da administração municipal", afirmou o líder da bancada na Câmara Municipal, vereador Ricardo Montoro.

De acordo com o presidente do TJ paulista, "a manutenção da lei, tal

como promulgada, pode gerar dano de difícil composição, no

futuro, abrindo ensejo a que sejam feitas nomeações no quadro

administrativo potencialmente inválidas".

Processo nº 097.420.0/1-00

Revista Consultor Jurídico, 26 de agosto de 2002, 16h52

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/09/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.