Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Guarda alta

Polícia Federal discute seu uso político na campanha eleitoral

Nesta segunda-feira (5/8), a Federação Nacional da Polícia Federal (Fenapef), começa a discutir o seu futuro com os representantes das quatro principais candidaturas à Presidência da República. O candidato Ciro Gomes deve comparecer pessoalmente. Os demais partidos devem enviar os coordenadores dos respectivos programas.

O Congresso da Fenapef tem início às 19h, no Hotel Glória do Rio de Janeiro. Um dos temas do encontro é "O uso político da PF no governo FHC". Os policiais devem manifestar-se pela extinção do inquérito policial que, na opinião do presidente da entidade, Francisco Carlos Garisto é uma fonte de corrupção.

A programação prevê ainda discussões em torno da Guarda de Polícia Federal e a extinção do cargo de delegado de Polícia Federal.

A Federação deve também declarar seu repúdio à decisão do governo federal de contratar seis mil agentes de nível médio quando, historicamente, a PF só contrata pessoal com nível superior.

Revista Consultor Jurídico, 4 de agosto de 2002, 15h23

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/08/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.