Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

História da Justiça

TRT da 2ª Região conta sua história de mais de 60 anos

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, juiz Francisco Antonio de Oliveira, vai inaugurar na segunda-feira (5/7) o Memorial do TRT. A mostra reunirá documentos, móveis, objetos e depoimentos de ministros, juízes, advogados e servidores que participaram da história da Justiça do Trabalho da 2ª Região.

“Ao conhecer a história da Justiça do Trabalho, em especial da 2ª Região, nesses sessenta e um anos, a sociedade terá condições de avaliar e julgar melhor nosso trabalho”, diz Oliveira.

O Memorial apresentará também "causos" do cotidiano do Judiciário Trabalhista e episódios que marcaram a atuação do TRT desde a época em que a sua jurisdição abrangia os Estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso.

Ministros, juízes, advogados e servidores recordam em seus depoimentos momentos marcantes da história do Tribunal. Entre os entrevistados, estão o ex-presidente do TST, ministro Almir Pazzianotto Pinto, o ex-ministro José Luiz Vasconcellos e o atual vice-presidente do TST, ministro Vantuil Abdala.

Os juízes do Trabalho entrevistados são: Pedro Benjamim Vieira, Amauri Mascaro do Nascimento e Ismal Gonzáles. Os advogados José Granadeiro Guimarães, Agenor Barreto Parente e Darmy Mendonça, primeiro advogado trabalhista eleito conselheiro da OAB-SP, em 1973, também relatam suas experiências.

A exposição está dividida em três módulos. O primeiro mostrará equipamentos e o funcionamento do TRT enquanto a Instituição reconstitui cenas de audiência, com objetos das antigas Juntas de Conciliação e Julgamento, atuais Varas do Trabalho. Dentre os documentos históricos reunidos no Memorial, estão a Ata solene de instalação do Conselho Regional do Trabalho da 2ª Região, presidida pelo juiz Eduardo Vicente de Azevedo, em 1º de maio de 1941.

No segundo módulo, o Memorial destaca a função social do TRT, mostrando as conquistas trabalhistas que a Instituição ajudou a consagrar, como as primeiras greves ocorridas sob o signo da Ditadura Militar, a partir de 1978, no ABC paulista e durante a redemocratização do país.

O terceiro módulo resgata as transformações ocorridas na 2ª Região ao longo de sua história. O Memorial ficará aberto ao público, a partir desta terça-feira (6/8), das 11h30 às 18h, de segunda até sexta-feira, na rua da Consolação, 1.272, térreo. A entrada é franca.

Revista Consultor Jurídico, 2 de agosto de 2002, 13h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/08/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.