Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Data marcada

Marco Aurélio marca julgamento para pedidos de intervenção federal

No dia 14 de agosto, o Supremo Tribunal Federal deve julgar seis pedidos de intervenção federal. O presidente do Supremo, ministro Marco Aurélio, incluiu o julgamento dos pedidos na pauta do Pleno.

As intervenções referem-se aos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e o Distrito Federal. O caso de São Paulo é um dos mais complicados. O governador do Estado, Geraldo Alckmin, já foi a Brasília algumas vezes conversar com o presidente do Supremo sobre a dívida. O Estado deve aproximadamente R$ 8,5 bilhões em precatórios.

Sobre o funcionamento do STF em ano eleitoral e sobre as questões políticas, o ministro afirmou que o Supremo continuará atuando normalmente. "É importante retirar o conflito de questões políticas do âmbito jurídico", afirmou.

Revista Consultor Jurídico, 1 de agosto de 2002, 19h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/08/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.