Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fim de papo

Justiça tranca ação movida por advogado de Nicolau contra Casoy

A Quinta Câmara do Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo trancou, em julgamento do mérito, ação penal movida pelo advogado Alberto Toron contra o jornalista Boris Casoy. O advogado acionou o jornalista por causa de um comentário feito no Jornal da Record.

Na ocasião, Casoy disse: "Como eles têm bons advogados, pagos, aliás, com dinheiro rapinado de todos nós, acabam saindo ilesos". O jornalista se referia ao desvio de verbas do Fórum Trabalhista de São Paulo. Toron se sentiu ofendido por ser advogado do juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto.

Casoy foi representado pelos advogados Dennis Benaglia Munhoz e Renato Gigliano Herani. De acordo com os advogados, as frases do jornalista "não foram direcionadas" ao advogado "até porque ditas de forma genérica e abstrata".

De acordo com o relator da ação, Mariano Siqueira, "não se depreende do comentário feito por Casoy qualquer menoscabo à honra do querelante, restando bem clara a ilicitude imputada restritamente ao ex-juiz Nicolau, de maneira a legitimar a presunção de que tenha remunerado o defensor com o produto de sua atuação antijurídica, no rumoroso caso do TRT".

Os juízes Pereira da Silva e Pedro de Alcântara também participaram do julgamento.

Processo nº 01/059182

Revista Consultor Jurídico, 22 de abril de 2002, 16h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/04/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.