Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

'Salários miseráveis'

'Servidores do Judiciário recebem salários miseráveis'.

"Eu defendo um aumento dos salários dos servidores e acho que os Planos de Cargos e Salários deveriam ser aprovados logo pelo Congresso". A afirmação é do presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Francisco Fausto.

O ministro classificou como "miseráveis" os salários básicos recebidos hoje pelos servidores do Poder Judiciário. Segundo o ministro, muitos funcionários dos tribunais superiores só sobrevivem por causa das gratificações por funções que reforçam seus vencimentos básicos. "Sem as gratificações, é um salário de miséria", afirmou ele, defendendo a aprovação urgente dos PCS, que reajustam os vencimentos dos servidores.


Segundo o presidente do TST, o salário básico de servidor da Justiça "é muito pequeno sobretudo se ele for lotado em Brasília", cidade que tem um alto custo de vida. "Isso é válido também para Rio, São Paulo e outras cidades", disse o presidente do TST, para acrescentar que o nível dos vencimentos dos servidores do Judiciário "só deve significar hoje alguma coisa em áreas de interior do País onde os salários em geral são baixos".

Revista Consultor Jurídico, 11 de abril de 2002, 15h15

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/04/2002.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.