Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

TJ X TJ

Cúpula do TJ-SP colide pela quarta vez em menos de 15 dias

O desconto dos dias parados nos salários dos servidores do Judiciário paulista colocou em conflito a cúpula do TJ-SP. O presidente do Tribunal e três vice-presidentes anularam, intercaladamente, suas próprias decisões, nos últimos quinze dias.

Na rodada desta quinta-feira (27/9), o 3º vice-presidente, desembargador Mohamed Amaro, anulou a decisão do 4º vice-presidente, que havia cassado a liminar do 2º vice que, por sua vez, revogou a ordem do titular da Casa.

Amaro restabeleceu a liminar que garante o pagamento de salários aos servidores que estão em greve há um mês.

Contudo, quanto ao tema principal - a volta ao trabalho - ainda não há previsão.

Ao julgar o mandado de segurança impetrado pelo Sindicato União dos Servidores do Poder Judiciário, o desembargador confirmou a liminar que impede o desconto dos dias parados.

Os servidores estiveram reunidos na quarta-feira (26/9), e decidiram manter a greve por tempo indeterminado. A principal reivindicação é o reajuste de 54,31%.

Revista Consultor Jurídico, 27 de setembro de 2001, 18h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.