Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Terrorismo na Suíça

Homem mata 14 pessoas durante sessão de Assembléia na Suíça

Um homem disfarçado de policial começou a atirar durante uma sessão da Assembléia da cidade de Zug, na região central da Suíça. Pelo menos 14 pessoas morreram e outras oito ficaram feridas. De acordo com o porta-voz do parlamento nacional do país, Peter Hess, três integrantes do governo de Zug estavam entre os mortos.

Também se registraram danos que provavelmente foram causados pelo uso de granadas de mão. Uma rádio local informou que muitas pessoas ficaram feridas.

A agência de notícias SDA destacou que a polícia chegou ao local, que estava coberto de sangue, por volta das 5h30 (horário de Brasília).

"Ouvimos tiros e helicópteros. As pessoas deitavam no chão", disse uma pessoa que trabalha em um consultório médico próximo ao local.

A polícia de Zug, cidade a 100 quilômetros de Zurique, afirmou que o responsável pela ação estava sob custódia.

"Tinha alguém vestido de policial atacando o Parlamento", disse uma testemunha à Reuters. "Eu estava do lado de fora quando ele veio com uma arma, com várias pistolas e eu acho que era uma granada de mão", acrescentou ela.

"Ele começou a atirar em tudo a sua volta por alguns minutos. Foi realmente terrível. É inacreditável. Eu falava com uma das integrantes do governo (local). Eu ouvi quando ela foi morta."

Um jornalista afirmou que o homem reclamava de problemas administrativos da cidade antes de começar a atirar e lançar a granada.

Anouk Holthuizen, outra jornalista, disse que o presidente da Assembléia, Hanspeter Uster, foi gravemente ferido.

O hospital da região recebeu oito feridos. A brigada local informou que 120 agentes de resgate foram enviados à Assembléia.

Fonte: Agência Reuters

Revista Consultor Jurídico, 27 de setembro de 2001, 14h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.