Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fim de tensão

Advogado seqüestrado em São Paulo é libertado

O advogado criminalista Célio de Mello Almada Neto, 22 anos, foi libertado na manhã de quarta-feira (26/9) pelos seqüestradores. Ele havia sido levado na madrugada de segunda-feira (24/9) por cinco homens, na zona oeste da capital.

O criminalista, que é filho do juiz aposentado Célio de Mello Almada, passa bem apesar de estar um pouco machucado.

O crime aconteceu por volta da 0h30, na frente de uma locadora na rua Pedroso de Morais, número 2001, no bairro de Pinheiros, quando Célio de Mello entrava em seu Audi TT.

De acordo com uma testemunha, cinco homens abordaram o advogado e o forçaram a entrar em uma Kombi branca. Ele chegou a ser agredido enquanto entrava no carro.

O seqüestro foi registrado no 14º Distrito Policial de Pinheiros. A Polícia acompanhou o caso juntamente com a família.

Revista Consultor Jurídico, 27 de setembro de 2001, 11h37

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.