Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Vinculação de receita

Lerner apresenta Adin contra lei de incentivo à cultura

Leis estaduais que vinculam percentual da receita tributária a despesas são inconstitucionais. Com essa argumentação, o governador do Paraná, Jaime Lerner, apresentou nesta segunda-feira (17/9), Ação Direta de Inconstitucionalidade, ao Supremo Tribunal Federal. No caso, o governador quer a suspensão dos artigos 4º e 6º da Lei Estadual 13.133, que criou o Programa de Incentivo à Cultura.

Lerner alega a inconstitucionalidade da lei por prever o Incentivo Fiscal. A norma impugnada estabelece o percentual mínimo de 0,5 % da receita proveniente do ICMS para o Mecenato e a destinação de recursos como transferências correntes, no valor de até 1,5 % do ICMS e outras fontes do orçamento do Estado para o Fundo Estadual da Cultura.

O pedido ao STF defende que essas previsões ferem frontalmente o artigo 167, inciso IV, da Constituição Federal, que veda a vinculação de receita de impostos a órgão, fundo ou despesa, e o artigo 14 da Lei de Responsabilidade Fiscal ao propor renúncia de receita de ICMS, sem cumprir diversos requisitos.

Adin 2.529

Revista Consultor Jurídico, 18 de setembro de 2001, 20h39

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/09/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.