Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Queixa-crime

Requião é acusado de caluniar ex-secretário de Fazenda do PR

O Supremo Tribunal Federal recebeu, nesta quarta-feira (12/9), Queixa-Crime contra o senador Roberto Requião (PMDB-PR). O senador é acusado de caluniar, injuriar e difamar o ex-secretário de Fazenda do Paraná, Giovani Gionédis, durante sessão no Congresso Nacional.

Ele alega que o senador o acusou de estar patrocinando a "compra de deputados estaduais" para viabilizar a privatização da Companhia Paranaense de Energia Elétrica. Gionédis, que exerceu o cargo de junho de 1997 a novembro de 2000, diz ter sido demitido da Secretaria de Fazenda por discordar da forma como estaria sendo conduzida a venda da companhia de energia.

O ex-secretário argumenta que as afirmações feitas pelo senador foram veiculadas nos jornais do Paraná, além de serem ouvidas e presenciadas pelos senadores presentes na sessão.

Segundo o ex-secretário, o senador teria dito também que seu escritório de advocacia estaria fazendo lobby junto à Assembléia Legislativa em favor da empresa de energia elétrica alemã RWE.

Gionédis diz, ainda, que o senador Roberto Requião "não poupou esforços" para difamá-lo "ao fazer acusações falsas que tiveram grande repercussão na comunidade".

INQ 1775

Revista Consultor Jurídico, 12 de setembro de 2001, 17h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/09/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.