Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Agilidade

TST defende número único para processos em todas as instâncias

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Almir Pazzianotto, determinou à Secretaria de Processamento de Dados que estude medidas para ser dado um único número aos processos trabalhistas que deve valer em todas as instâncias. Segundo o ministro, a medida é necessária principalmente com o início da informatização completa de toda a Justiça do Trabalho.

Serão informatizadas as 1.109 Varas espalhadas por todo o país e os 24 Tribunais Regionais, além do TST.

"Com os processos controlados por computadores, desde a sua entrada numa Vara até a conclusão final, que pode incluir recursos para o TRT e para o TST, sem falar na possibilidade de incluir o STF, não é mais possível que recebam números diferentes em cada etapa da tramitação. Um único RG único facilitará o controle da tramitação e o trabalho dos advogados e partes", afirma Pazzianotto.

Se tudo correr como espera o ministro, quem quiser saber como e onde está o processo do seu interesse poderá acessar a página de qualquer TRT ou do TST para encontrar a informação.

Pazzianotto está enviando ofício-circular aos presidentes dos TRTs, informando-os a respeito dessa uniformização e pedindo que colaborem com a Justiça do Trabalho.

Revista Consultor Jurídico, 4 de setembro de 2001, 15h53

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/09/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.