Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Computadores nas escolas

MEC é acusado de favorecer a Microsoft em escolas

O Ministério da Educação foi acusado de estar desrespeitando acordo político feito no Congresso sobre a instalação dos sistemas operacionais que devem ser instalados em computadores do Telecomunidade das escolas públicas. O MEC também é acusado de favorecer o Windows como sistema operacional único. A denúncia é dos deputados Sérgio Miranda (PCdoB-MG) e Jorge Bittar (PT-RJ).

Utilizando-se dos recursos do Fust - Fundo de Universalização das Telecomunicações - serão comprados 290 mil computadores para serem instalados nas escolas públicas de ensino médio e profissionalizante. Mais de 5 mil municípios serão beneficiados.

Segundo os deputados, ficou estabelecido, durante acordo no Congresso, que seriam instalados dois sistemas operacionais nos microcomputadores das escolas. Entretanto, o documento do MEC induz à manutenção do Windows como único sistema.

O Secretário de Educação a Distância do Ministério da Educação (SSED/MEC), Pedro Paulo Popovic, ressalta em ofício-circular que, a inclusão de mais um sistema operacional nas escolas vai acarretar custo adicional de treinamento do pessoal técnico e capacitação de multiplicadores e professores.

Em outro ofício, o Ministério reforça o aumento dos custos e argumenta que a instalação de outro sistema atrasaria ainda mais a chegada dos computadores nas escolas de ensino médio.

Revista Consultor Jurídico, 25 de outubro de 2001, 17h59

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/11/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.