Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dois contra um

Militar será indenizado pela morte de seu poodle no DF

O juiz do 1º Juizado Especial Criminal do Distrito Federal, Ben-Hur Viza, fez mais um acordo entre donos de cães envolvidos em briga. Um roittweiller e um pitbull mataram o poodle de um militar. O comerciante, dono dos cachorros terá que pagar indenização de R$ 4.500 ao militar. Também se comprometeu a não sair com seus cães sem que estejam usando focinheira e coleira.

O militar estava passeando com sua mulher e seu poodle quando foram surpreendidos pelos cachorros do comerciante. Disse que tentou erguer o poodle acima da sua cabeça. Mas os cachorros avançaram, arranhando suas pernas, braços e barriga até conseguirem alcançar o animal.

Segundo o militar, durante o ataque pediu aos vizinhos que chamassem o dono dos cachorros para que tomassem providências. Quando o comerciante saiu à rua, o roittweiller e o pitbull ainda estavam com partes do poodle na boca.

De acordo com o militar, o comerciante não tomou nenhuma atitude e nem prestou socorro.

O dono dos cachorros alega que o portão eletrônico de sua casa estava com defeito e abria sozinho. Afirma, ainda, que ao avistar o poodle morto, prendeu seus animais e pediu desculpas.

Revista Consultor Jurídico, 24 de outubro de 2001, 16h14

Comentários de leitores

1 comentário

Meu caso é semelhante, só que os cães pitbull q...

Brinck (Professor)

Meu caso é semelhante, só que os cães pitbull que mataram minha gata, estavam dentro do pátio do proprietário deles. No entanto, esse pátio não oferece segurança nehuma, pois esses cães várias vezes já fugiram para a rua. Nós, moradores da rua onde esse cães estam, já perdemos a conta de quantos outros cães e gatos eles já mataram, na rua ou no próprio pátio da casa onde estão. Várias pessoas já presenciaram cenas horrível desses cães trucidando outros animais. O proprietário desses cães já foi comunicado várias vezes, tomando a providencia de colocar uma grade de ferro em frente a casa. Porém, quando esses cães querem atacar outros animais, eles arrombam esse portão. O que posso fazer para acabar com essa carnificina. Sei que a lei protege esses animais, mas quem protege os outros animais desses cães? Não existe a possibilidade de impedir o tráfego de animais na rua, nem se pode impedir que animais, como a minha gata,entre no pátio deles. Por favor ajudem-me a resolver legalmente esse problema, pois é com grande pesar que recorro a vocês. Ainda não sei o que disser aos meu filhos, pois a gata era o animal de estimação deles. Muito obrigado pela atenção.

Comentários encerrados em 01/11/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.