Consultor Jurídico

Artigos

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Reforma Tributária Já

Advogado critica cobrança excessiva de impostos no Brasil

Por 

A ânsia arrecadatória dos políticos parece insaciável, em detrimento do poder aquisitivo do povo brasileiro, cada vez mais pobre. No final do mês, sobra cada vez menos no bolso dos cidadãos trabalhadores e sobra cada vez mais no bolso dos corruptos que roubam o dinheiro arrecadado através dos impostos. O pior de tudo é que, até agora, nenhum dos pré-candidatos à presidência da República, seja de direita ou esquerda, defendeu a diminuição de impostos.

Desde que Fernando Henrique Cardoso tomou posse em 1995, a carga tributária do Brasil aumentou 65% e a arrecadação aumentou 148% (pasmem!!!), de R$ 64,32 bilhões para R$ 160 bilhões. Porém, os serviços não melhoraram nesta proporção, se é que houve melhora.

A redução de tributos através de uma ampla reforma tributária deveria ser uma prioridade para o Governo, pois as empresas brasileiras precisam voltar a crescer e gerar empregos. É o que se espera deste ou do próximo presidente da República.

Por isso, o Brasil precisa de candidatos sérios, com visão desenvolvimentista, verdadeiros líderes comprometidos com o fortalecimento econômico da nação, que enxerguem o óbvio e preparem o nosso país para as gerações futuras. Com menos impostos e mais empregos.

 é advogado especialista em Direito do Consumidor e jornalista

Revista Consultor Jurídico, 18 de outubro de 2001, 11h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.