Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Explosão em vôo

Acusado de explodir bomba em vôo da TAM vai a Júri Popular

A juíza federal Raecler Baldresca, da 1ª Vara Criminal de São Paulo, decidiu que o professor Leonardo Teodoro de Castro, acusado de explodir bomba em um vôo da TAM, deve ser julgado por um Júri Popular. A explosão aconteceu em julho de 1997.

Castro foi denunciado pelo Ministério Público Federal porque teria, de forma consciente e voluntária, confeccionado e introduzido o explosivo no Fokker-100. A explosão provocou a morte de Fernando Caldeira de Moura.

Fonte: Acontece em Sorocaba

Revista Consultor Jurídico, 17 de outubro de 2001, 12h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.