Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Força para EUA

ONU apóia os Estados Unidos em ataque contra Afeganistão

A Organização das Nações Unidas apóia os Estados Unidos nas ações de ataque ao Afeganistão. Segundo o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, as resoluções já aprovadas pela entidade mundial davam aos EUA esse direito.

A Assembléia Geral da ONU e o Conselho de Segurança, composto por 15 membros, agiram rapidamente para condenar os ataques em resoluções separadas. O Conselho também adotou uma resolução que possibilita a todos os países-membros da ONU congelarem contas e controlarem a movimentação de quaisquer envolvidos em atos terroristas.

Os Estados Unidos preparam suas forças para realizar um provável ataque contra o movimento afegão Talibã. O movimento se nega a entregar Osama Bin Laden. O ativista de origem saudita é apontado pelos norte-americanos como o principal suspeito pelos ataques contra Nova York e Washington.

O secretário-geral declarou também que qualquer ação dos EUA no Iraque "poderia criar maiores dificuldades no Oriente Médio". Annan ressaltou não ter visto evidências que ligassem o governo iraquiano aos ataques. Ele disse que as resoluções da ONU não permite uma ação para derrubar o Talibã do poder, mas observou que o próprio povo afegão parece pronto para cumprir essa tarefa.

Revista Consultor Jurídico, 2 de outubro de 2001, 16h26

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/10/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.