Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Coluna do Rio

Varig suspende novos vôos internacionais

A Varig suspendeu um dos seus oitos vôos semanais para Los Angeles e duas saídas para Paris. A suspensão dos vôos vale para este mês. A empresa decidiu também utilizar aviões menores somente na rota para New York.

Esta semana, o departamento jurídico da empresa já havia anunciado que os vôos Rio-Miami estão suspensos em novembro.

JB x Veja

O Jornal do Brasil respondeu em dose dupla ao segundo ataque feito pela revista Veja contra o seu maior acionista Nelson Tanure. O jornal publicou editorial com o título "Delinqüentes da imprensa" para a atacar o empresário Roberto Civita com acusações feitas pelo ex-editor da Veja Mino Carta em seu livro 'Castelo de Âmbar'.

O jornal usou trechos do livro em que o jornalista acusa os ex-patrões de negociarem com o presidente Ernesto Geisel, em 1975, a demissão o teatrólogo Plínio Marcos que assinava uma coluna de futebol. Em troca, a revista receberia um financiamento federal no valor de US$ 50 milhões. O jornal pagou a publicação do editorial na revista IstoÉ.

A revanche

Segundo informações da redação da Veja, a publicação feita pela concorrente gerou uma ampla matéria sobre a qualidade de vida dos colunistas dos principais jornais diários. O intuito seria atingir um profissional do JB habituado a viajar nos fins de semana com a família, em jatinhos emprestados por empresários.

Construções asseguradas

A emenda dos apart-hotéis, de autoria do vereador Paulo Cerri, que está na Câmara Municipal tem dois objetivos importantes. A emenda, que deve ser transformada em lei, garante a continuidade de todos os projetos de construção já autorizados. Também vai proibir a construção de novos apart-hotéis na cidade.

Garotinho I

O governador Anthony Garotinho conduz o noticiário político do Rio sem considerar a legislação eleitoral em vigor. Ao afirmar que é candidato a presidente, Garotinho admite que deverá deixar o cargo no dia 6 de abril.

No entanto, fora do poder terá de esperar até o final de junho para o PSB decidir se confirma o seu nome como candidato a presidente ou se apoiará Lula. Tudo indica que o comando nacional se inclina para a coligação com o PT.

Garotinho II

O governador insiste também na candidatura impossível de sua mulher, Rosinha Matheus. O artigo 8 da Lei eleitoral 9504 impede que primeira-dama dispute cargo na área de jurisdição do marido.

Assim, ela está impedida de concorrer à deputada estadual, federal, senadora e governadora. Poderia ser candidata à presidente.

Revista Consultor Jurídico, 7 de novembro de 2001, 12h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/11/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.