Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Morte de delegado

Acusado pela morte de delegado é condenado a 19 anos de prisão

A Justiça Federal condenou a 19 anos de prisão, nesta quinta-feira (15/3), Gildenor Alves de Oliveira, acusado de contratar os responsáveis pela morte do delegado Alcioni Serafim de Santana, em 1998.

Serafim era corregedor da Polícia Federal em São Paulo e foi assassinado durante a investigação de um crime de extorsão praticada por servidor público.

Segundo a Justiça, Alves foi responsável pela contratação, fornecimento das armas e endereço da vítima aos executores. O advogado Rubner Vilens Giriboni de Mello defendeu Alves.

O julgamento aconteceu em São Paulo e durou cerca de 30 horas.

Sergio Bueno, Carlos Alberto da Silva Gomes e Carlos Leonel da Silva Cruz, também acusados de participação no crime, devem ir a julgamento nos próximos meses.

Revista Consultor Jurídico, 15 de março de 2001.

Revista Consultor Jurídico, 15 de março de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/03/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.