Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Discriminação Racial

Coca Cola pode ser obrigada a pagar US$ 192,5 mi por discriminação

O juiz federal Richard Story, de Atlanta (EUA), disse que pode autorizar o pagamento de US$ 192,5 milhões de indenização por discriminação racial em um processo ajuizado contra a Coca Cola. Trata-se do maior ressarcimento jamais estipulado para um caso de discriminação.

O juiz deverá mandar um grupo de peritos para fiscalizar a companhia. Caso seja condenada, deverá pagar cerca de US$ 40 mil para cada um dos mais de 2000 funcionários negros que apresentaram a denúncia de racismo em abril de 1999. Os empregados alegam que a Coca Cola negou aos trabalhadores negros promoções, cursos de atualizações e salários iguais àqueles pagos aos funcionários brancos.

No Estado da Geórgia, outros sete empregados negros também estão processando a empresa e pedem US$ 1,5 bilhões.

Revista Consultor Jurídico, 31 de maio de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/06/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.