Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Votação eletrônica

Senado aprova auditoria de urna eletrônica do TSE

A Unicamp deverá fazer uma auditoria no sistema eleitoral informatizado, do Tribunal Superior Eleitoral. O procedimento foi aprovado pela Comissão de Justiça e Cidadania em requerimento feito pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR). A Unicamp foi a instituição responsável por detectar a violação do painel eletrônico do Senado.

O Senado aprovou o encaminhamento de ofício solicitando a contratação de dois assessores da área de informática e a cobertura de despesas para a realização de seminário prévio à auditoria, para discutir o assunto com a sociedade. O evento, que deve acontecer em junho, contará com a participação de técnicos, especialistas e parlamentares.

O senador Bello Parga solicitou, e foi atendido pela CCJ, que o ministro Nelson Jobim, presidente do TSE, seja previamente informado dos quesitos básicos levantados pela subcomissão para o roteiro de trabalho dos auditores.

Nos quesitos definidos até agora para orientar o trabalho dos auditores, constam dois: qual o nível de segurança e as falhas no sistema de votação eletrônica do TSE contra ataques por agentes externos e internos que visem violar ou desviar votos, tanto na sua apuração na urna eletrônica quanto na rede de totalização; e se o controle e a fiscalização externa permitida e efetivamente praticada pelos fiscais dos partidos políticos, durante o processo de produção, guarda, implantação e operação do sistema, são suficientes para detectar ou garantir a inexistência de fraudes de violação ou desvio de votos.

Revista Consultor Jurídico, 25 de maio de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/06/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.