Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Esclarecimento da União

AGU afirma que não recomendou decretação de Estado de Emergência

O advogado-geral da União, Gilmar Mendes, negou que tenha recomendado decreto de estado de emergência no Brasil. A notícia foi veiculada pela imprensa nesta sexta-feira (25/5). Segundo Gilmar Mendes, sua pasta jamais chegou a cogitar da idéia.

Veja, na íntegra, a nota divulgada

NOTA DA ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO

O advogado-geral da União vem, por meio desta Nota, manifestar-se sobre a notícia divulgada hoje, 25.05.2001 (12h52), e atribuída ao Sr. Sérgio Ripardo, sob o título "AGU recomenda decreto de estado de emergência no País", por meio do Noticiário "Folha on line" - acessível na página "www.uol.com.br/folha/dinheiro", integrante da rede mundial de computadores Internet. Essa informação é simplesmente falsa.

O advogado-geral da União jamais sugeriu tal medida nem sequer veio a cogitá-la. Para a Advocacia-Geral da União, é igualmente desconhecida a "fonte do Ministério do Desenvolvimento" referida naquela notícia.

A presente Nota deve ser entendida como um desmentido formal e definitivo do conteúdo daquela notícia.

Gilmar Ferreira Mendes

Advogado-Geral da União

Revista Consultor Jurídico, 25 de maio de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/06/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.