Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bate-papo com ministro

Veja o bate-papo do ministro Marco Aurélio com internautas

(16:02:31) Flávio Augusto reservadamente fala para TODOS: Boa Tarde Exmo. Sr. Presidente, como o sr. se pronunciaria se um problema dessa proporsão viesse a acontecer especificamente em um estado brasileiro e os reflexos só se dessem nele. O Governador poderia ser responsabilizado?

(16:02:32) Cedrik: Boa tarde Ministro

(16:02:48) Antônio Carneiro fala para SONIA CARVALHO: Exmº ministro, vossa excelência acredita que existe um abuso na edição de medidas provisórias?

(16:03:35) Giovani: Exelentissimo Sr. Presidente do STF, gostaria de saber sobre o PCS dos servidores federais, apesar de não ser sobre este tema que esta respondendo, é que somos uma categoria sofrida e sem qualquer resposta sobre o assunto. obrigado.

(16:03:40) Ricardo Thome: Ministro, sou empresário no ramo de Informática e telecomunicações, sendo que a energia elétrica faz parte do meu dia a dia de trabalho, o que gostaria de perguntar ao senhor é o seguinte : De todos esses rumores que esta crise vem trazendo, esse plano do governo é ou não constitucional ?

(16:04:02) Carlos Magno: Sr. Ministro,diante da possibilidade de uma ação declaratória de constitucionalidade por parte do governo, para evitar as demandas judiciais, como o senhor vê a própria constitucionalidade da propositura dessa ação e o respeito ao princípio do contraditório?

(16:04:06) Marco Aurélio: Coloco-me à disposição das pessoas interessadas em perceber o novo perfil do Judiciário, cumprimentando-as pela inicitativa de manterem esse diálogo.

(16:04:07) SONIA CARVALHO: Sr. Ministro, os seus atos como cidadao sao iguaus aos de Ministro no que diz respeito ao racionamento.

16:04:08) Adriano pergunta para Marco Aurélio: Boa Tarde Exmo . Sr. Ministro , que as medidas são inconstitucionais é flagrante , assim como reedição de MPs, quais os principios o Sr. entende mais comprometidos pelas" medidas .do apagão "

(16:04:16) jorge Fares: entra na sala...

(16:05:48) ACM-CE pergunta para TODOS: .

(16:05:52) Marco Aurélio: Trata-se de matéria que ainda será apreciada pelo Colegiado. Por um dever profissional não posso emitir antecipadamente o convencimento formado a respeito. Tudo indica que o relator dos processos, Ministro Néri da Silveira, os colocará para apreciação pelo Plenário já na próxima quarta-feira.

(16:05:54) aolavo fala para Marco Aurélio: boa tarde, ministro. qual a relação que se estabelece entre a Constituição e as medidas governamentais embasadas nas questões de "superior interesse público"

(16:07:03) Magáli Dellape: Boa tarde Sr. Ministro! O que o Sr. achou do pronunciamento do presidente da OAB Federal na sua posse?

(16:07:11) Marco Aurélio: Olavo, o interesse público maior está no respeito irrestrito à Constituição Federal. A relação da política governamental em curso é única e implica submissão.

(16:07:24) Ricardo Thome: Sr. Ministro, na sua opinião, o Sr. não acha que a carga tributária aplicada a nós empresários é muito alta

(16:07:29) Fotógrafo fala para Marco Aurélio: Caro Marco Aurélio, sou fotógrafo em início de carreira, pretendia montar meu estúdio em casa mas agora não posso nem pensar no caso pois meu consumo de energia só aumentaria com a utilização dos flashes. Pergunto: isso não é inconstitucional?

(16:07:31) Marco Antonio: Sr. ministro, gostaria de saber da possibilidade de que as ações e planos de governo que afetem a maioria da população, quando julgada em ações, se individuais, sejam estendidas a toda populáção e não apenas aqueles que tem dinheiro para constituir advogados e percorrer todas as instancias do judiciário?

(16:08:20) MARCELLO: Como o senhor ve o fato do governo tentar sobrepor MP`s sobre as leis ... pois não é obrigação do governo fornecer energia ?

(16:08:51) SONIA CARVALHO: Excelencia, esta e uma oportunidade rarissima, permite que eu pergunte ao senhor sobre o pagamento dos atrasados dos 11.98% do pessoal do judiciario. para ficar no assunto e o dinheiro para comprar lampioes

(16:08:59) TTJr: Boa Tarde Sr. Ministro.

(16:09:13) Marco Aurélio: Fotógrafo, a questão deve ser apreciado levando-se em conta o interesse coletivo e a quadra de absoluta emergência vivida. Assim, a controvérsia há de ser apreciada na via própria, desde que o interessado recorra ao Judiciário, ou seja, à última trincheira do cidadão.

(16:09:38) Ricardo*: O Sr. Ministro teme que algum servidor indicado venha a ser rejeitado pelo Pleno do STF?

(16:09:51) Marcio Vinicius fala para Marco Aurélio: Boa tarde, Dr. Marco Aurelio, meu nome é Márcio, sou advogado do Tavolaro advogados/SP. O corte de energia é Constitucional?

(16:10:31) Antônio Carneiro: Exmo ministro, Como o cidadão Marco Aurélio se sente diante desta incompetência do Governo em face da crise energética?

Revista Consultor Jurídico, 18 de junho de 2001, 14h04

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/06/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.