Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Derrota tabagista

Philip Morris é condenada a pagar indenização de US$ 3 bi nos EUA

A Philip Morris americana foi condenada a pagar indenização de US$ 3 bi de punição pelos danos causados a um ex-fumante de 56 anos com câncer. A decisão é do júri de um tribunal, em Los Angeles, que condenou a Philip Morris por 10 votos a 2. A empresa também terá de pagar a pagar US$ 5,5 mi de compensação pelos danos causados.

Ele fumava desde os 13 anos e teve câncer no pulmão e cérebro. O autor da ação acusa a Philip Morris de fraude, conspiração e negligência por não ter alertado a sociedade sobre os riscos do fumo até meados dos anos 90. Ele pedia US$ 12,37 mi de compensação e entre US$ 100 mi e 10 bi como punição pelos danos causados pela companhia.

Os advogados da Philip Morris estão otimistas em reverter a situação no recurso a ser apresentado. Segundo os advogados, outros casos como este foram revertidos na apelação. "Isto é apenas o começo um longo processo judicial", segundo a defesa.

Revista Consultor Jurídico, 7 de junho de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/06/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.