Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dívida trabalhista

Empresa da Fracalanza vai à leilão para pagar dívida trabalhista

A juíza da 7ª Vara Trabalhista de Guarulhos, Marta Natalina Fedel, determinou a venda da SPG Imóveis e Participações, umas das empresas do Grupo Fracalanza, para execução de dívida trabalhista. O imóvel está avaliado em R$ 4 milhões. O ex-gerente da Fracalanza Aço Inoxidável, Antônio Carlos Russomano, reivindica seus direitos trabalhistas de cerca de R$ 400 mil.

Segundo a advogada trabalhista e conselheira da OAB-SP, Gilda Figueiredo Ferraz, o seu cliente passou por situação vexatória quando foi demitido. Desde 1995 luta para receber seus direitos trabalhistas. O Grupo Fracalanza pertence a parentes da prefeita de São Paulo, Marta Suplicy.

Conheça a história do ex-gerente da Fracalanza Aço Inoxidável

Veja o edital que determina a venda da SPG

Edital 7ª Vara do Trabalho 1641/1995 Guarulhos

DRA. MARTA NATALINA FEDEL, Juíza do Trabalho da 7ª Vara do Trabalho de Guarulhos, FAZ SABER, a quantos o presente virem ou dele tiverem conhecimento, que por esta 7ª Vara do Trabalho de Guarulhos, tramita a reclamação trabalhista entre partes: ANTONIO CARLOS RUSSOMANO, exequente e, FRACALANZA AÇO INOXIDÁVEL FABRIL GUARULHOS S/A mais sete executadas, e por estar a executada SPG IMÓVEIS E PARTICIPAÇÕES S/A em lugar incerto e não sabido, é expedido o presente EDITAL DE CITAÇÃO, para que fique NOTIFICADO quanto à designação de praça para 21/06/2001 às 10:33 horas e, se negativa, leilão para o dia 21/06/2001 às 13:05 horas. Local: Rua Luiz Faccini, 132 - Centro - Guarulhos.

Revista Consultor Jurídico, 7 de junho de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/06/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.