Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Coluna do Rio

Siro Darlan proíbe entrada de menores em show do Planet Hemp

Por 

O juiz Siro Darlan, da 1ª Vara da Infância e Juventude, proibiu a entrada de menores no show do Planet Hemp, marcado para o próximo domingo (22/7), na praça da Apoteose (RJ). A decisão, que promete causar polêmica, foi baseada em Ação Cível Pública movida pelo Ministério Público. O MP argumenta que o grupo faz apologia às drogas.

A apresentação do grupo faz parte de um evento promovido pela prefeitura com várias bandas de rock. "Uma prefeitura que tem a secretaria especial para o combate às drogas nunca deveria promover esse show. O grupo estimula fato criminoso e, portanto, os menores não podem se expor", explica Darlan.

Darlan novamente

O juiz, Siro Darlan, determinou abertura de inquérito criminal contra a churrascaria Porcão, no Rio de Janeiro. Motivo: a top model Daniella Sarahyba, de 17 anos, apareceu nos jornais bebendo champanhe na sua festa aniversário feita na churrascaria.

Fotógrafos que estavam no local e o irmão da modelo serão intimados como testemunhas. A mãe de Daniella, também será intimada, já que é a responsável pela linda modelo.

A pena, nesses casos, é de seis meses a dois anos para os donos do lugar.

Ordem descumprida

A Mercedes Benz do Brasil ainda não cumpriu a determinação judicial de dar um veículo, modelo Classe A, para um menor deficiente físico. A ordem foi feita pelo desembargador Paulo Sérgio Fabião, presidente da 1ª Câmara Cível. A empresa deveria cumprí-la em dez dias, mas isso não aconteceu.

O desembargador é conhecido por ser "linha dura" do Tribunal de Justiça. A fábrica não sabe o perigo que pode estar correndo.

Reação

A mensagem do prefeito César Maia, enviada à Câmara Municipal, concedendo benefícios tributários às escolas particulares que garantirem vagas aos alunos do município no ensino médio gerou polêmica. O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação afirma que é o início da privatização da educação gratuita.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 19 de julho de 2001, 13h21

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/07/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.