Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Investigação

Polícia Federal começa a investigar ameaça aos ministros do STF

A Polícia Federal abriu inquérito para apurar a ameaça de morte sofrida pelos ministros do Supremo Tribunal Federal por causa da aprovação da MP da energia. A ameaça assinada pelo bacharel paulista Jorge Eduardo Rubies foi enviada pela Internet. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Federal de Brasília, os interrogatórios devem começar até o fim desta semana ou, no máximo, na próxima.

O delegado designado para cuidar do caso é Luís Fernando Aires Machado, também responsável pelo inquérito que apura possíveis irregularidades cometidas pelo senador, Jader Barbalho, na venda de Títulos da Dívida Agrária.

Na mensagem dirigida ao Supremo, no dia 5 de julho, o remetente afirma: "a partir de hoje, farei o possível para matá-los e à toda à sua raça". E conclui: "Vou oferecer uma recompensa de R$ 20.000,00 para quem matar um de vocês ou de seus parentes". A mensagem ainda se refere aos oito ministros que validaram a MP do governo como "bando de canalhas, traidores e covardes". Veja a ameaça.

Revista Consultor Jurídico, 18 de julho de 2001, 15h39

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/07/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.