Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Inferno astral

Eurico Miranda é condenado a pagar R$ 180 mil para a Parmalat

Por 

O deputado Eurico Miranda foi condenado a indenizar a Parmalat em mil salários mínimos (R$ 180 mil) por danos morais.

A decisão é 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por unanimidade, ao confirmar o entendimento do juízo da 21ª Vara Cível. O voto da desembargadora Raimunda de Azevedo foi seguido pelos demais integrantes da Câmara Cível.

O parlamentar foi condenado depois de ter dito que a Parmalat é dirigida por pessoas inidôneas, em entrevista a uma rádio carioca.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 10 de julho de 2001, 22h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/07/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.