Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Habeas Corpus

TRF decide a permanência do ativista francês Bové no Brasil

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, deve anunciar, nesta quarta-feira (31/01), a decisão sobre o mandado de segurança da Advocacia Geral da União. A AGU quer a revogação do habeas corpus que prorrogou por 20 horas a permanência no Brasil do ativista francês Joseph Bové.

A determinação da Polícia Federal era para que o líder camponês deixasse o país até a meia-noite de ontem, um dia antes da data marcada em sua passagem.

Bové teve seu visto de permanência cancelado pela PF por ter participado da invasão e destruição de uma lavoura experimental de soja transgênica da multinacional Monsanto, no município gaúcho de Não-Me-Toques. O ato foi coordenado por integrantes do Movimento dos trabalhadores rurais do Movimento Sem Terra (MST).

Revista Consultor Jurídico, 31 de janeiro de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/02/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.