Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Adoção polêmica

TJ de MT investiga falhas em adoção de menino morto pela mãe

A Corregedoria Geral de Justiça, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, irá investigar as eventuais falhas dos juízes na condução do processo de adoção de um garoto de dois anos, que foi morto pela mãe biológica no dia 17 de janeiro (quarta-feira).

No ano passado, a Justiça concedeu o direito para a mãe biológica ficar com o garoto. Os pais pretendentes à adoção encontraram a criança em um orfanato com dois meses de idade. Fizeram o pedido de adoção, mas não foi aceito, porque a mãe biológica apareceu reivindicando o direito à guarda.

O corregedor geral da Justiça, desembargador Paulo Inácio Dias Lessa, está viajando. A juíza auxiliar da Corregedoria, Terezinha Ferreira, foi nomeada para acompanhar os depoimentos que estão sendo colhidos na Vara Especializada da Criança e Juventude de Cuiabá.

Revista Consultor Jurídico, 22 de janeiro de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/01/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.