Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fuga armada

Banqueiro argentino que fugiu da PF teve ajuda

O jornal La Nación, da Argentina, informou que o diretor do Departamento de Estrangeiros do Ministério da Justiça do Brasil, Luiz Paulo Teles, disse que o banqueiro argentino foragido Francisco Trusso jantou calmamente com amigos em um restaurante italiano de São Paulo, duas horas depois de ter escapado da prisão.

"De posse dessa informação, o governo brasileiro descartou as declarações de Trusso, que afirmou em entrevista ao jornal Ámbito Financiero ter aproveitado um descuido do policial que o vigiava para 'sair caminhando' no último dia 16 de dezembro. 'Tudo indica que a fuga foi facilitada, 'comprada', comentou Teles.

Segundo o funcionário, 'a atuação irregular do agente que o acompanhava, e o fato de que algumas pessoas o esperavam em um restaurante logo após a fuga, nos leva a crer que tudo foi facilitado".

Para ler a notícia na íntegra, visite o siteLa Nación.

Revista Consultor Jurídico, 11 de janeiro de 2001, 14h11

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/01/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.