Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Desvios de Londrina

Oliveira Neves não está sendo investigado pelo MP paranaense

O Ministério Público do Paraná está investigando o desvio de R$ 16 milhões da prefeitura de Londrina. As apurações feitas apontam para duas empresas off shore uruguaias que teriam sido constituídas pelo escritório Posadas, Posadas e Vecino que, ainda, lhes emprestaria o endereço.

Em texto levado ao ar no dia 3 de janeiro, a revista Consultor Jurídico faz conexão entre o ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, o escritório que o representa na área tributária (Oliveira Neves Associados) e as investigações dos promotores paranaenses.

Na realidade, a única ligação que existe é entre o Oliveira Neves e o Estudio Posadas - que é correspondente, no Uruguai, da firma brasileira. Nas investigações do MP não se faz ligação entre Nicolau dos Santos Neto, tampouco do escritório que o atende, com os alegados desvios de verbas públicas do Paraná.

O advogado Newton José de Oliveira Neves, nega a existência de qualquer relacionamento com as empresas off shore acusadas de lavagem de dinheiro desviado no Paraná.

Revista Consultor Jurídico, 8 de janeiro de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/01/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.