Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Efeito de conversas

Partidos de oposição querem cassação de mandato de ACM

Os partidos de oposição devem entrar, nos próximos dias, com uma representação na Mesa do Senado, pedindo a cassação do mandato do senador Antônio Carlos Magalhães por falta de decoro parlamentar, depois de suas declarações à revista IstoÉ.

Os oposicionistas também começaram a recolher assinaturas para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que deve apurar denúncias de tráfico de influência do ex-secretário geral da presidência da República, Eduardo Jorge Caldas Pereira.

A criação da CPI sobre o caso Eduardo Jorge ganhou proporção depois das declarações do senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), publicadas na revista IstoÉ. Em conversa com três procuradores da República, ACM teria dito que a quebra do sigilo de 1994 e 1998 de Eduardo Jorge poderá atingir o presidente Fernando Henrique Cardoso.

Revista Consultor Jurídico, 28 de fevereiro de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/03/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.