Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Troca de farpas

OAB-SP e Gregori trocam farpas sobre Plano de Segurança

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), Carlos Miguel Aidar, criticou as declarações do ministro da Justiça, José Gregori, sobre a não adesão do Judiciário e Legislativo ao Plano Nacional de Segurança Pública.

Segundo Aidar, o plano apresentou muitas metas e poucos resultados. O presidente atribuiu o ataque do ministro a uma justificativa de ineficiência das medidas estabelecidas no Plano.

"Soa como um inconformismo de quem está para deixar o cargo, sem ter levado uma atuação consistente no combate a dois grandes problemas do país: a criminalidade e a impunidade".

Em nota à imprensa, a OAB afirma que repudia as declarações do ministro, durante o lançamento das novas metas do Plano Nacional de Segurança Pública, na quarta-feira. "Constitucionalmente, cabe ao ministro zelar pela execução das leis, ao invés de ser um crítico imprudente".

Revista Consultor Jurídico, 15 de fevereiro de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/02/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.