Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Drible em sucessor

Sucessor de FHC pode perder uma indicação para ministro do STF

Uma manobra para que o atual governo possa indicar ao menos mais um ministro do Supremo Tribunal Federal está em curso. Embora só haja previsão da aposentadoria de Néri da Silveira até o final da atual administração, o Planalto estaria tentando convencer mais um integrante do tribunal a antecipar sua saída.

Os rumores começaram há semanas no próprio tribunal. Nesta quarta-feira (19/12), o jornal Folha de São Paulo publicou que o sucessor do presidente Fernando Henrique Cardoso pode perder uma das cinco vagas de ministros do STF que surgiriam entre 2003 e 2006.

Segundo o texto publicado no jornal, FHC deverá indicar mais dois ministros antes de sair do cargo, em janeiro de 2003. Uma vaga já é certa. O ministro Néri da Silveira completará 70 anos no dia 24 de abril de 2002.

Na ocasião, ele cai na aposentadoria compulsória por idade. Por enquanto, o vice-presidente Marco Maciel e o advogado-geral da União, Gilmar Mendes, são cotados para a vaga de Silveira.

Uma nova vaga somente surgirá no próximo ano se um dos três ministros que sairiam no início de 2003 anteciparem a aposentadoria por alguns meses.

Para surgir outra vaga no governo FHC é necessário que Moreira Alves, Sydney Sanches ou Ilmar Galvão peça aposentadoria antes de completarem 70 anos.

Revista Consultor Jurídico, 19 de dezembro de 2001, 16h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/12/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.