Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Velho Oeste

Delegado ameaça advogados, afirma presidente da OAB-MA.

O delegado de Polícia Civil, Vinícius Correia, está ameaçando os advogados de Chapadinha (interior do Maranhão). A afirmação é do presidente da OAB-MA, Raimundo Marques, em entrevista à revista Consultor Jurídico. Segundo ele, tudo começou há aproximadamente 60 dias.

De acordo com Marques, o delegado violava as prerrogativas dos advogados ao não deixá-los conversar com seus clientes. Interrogava os presos com uma arma na cintura, segundo o presidente da OAB-MA. Em certa ocasião, teria até chegado a agredir um preso na frente de seu advogado. O delegado foi acusado, ainda, de torturar os presos da delegacia de Chapadinha.

Então, uma comissão da OAB-MA foi para a cidade de Chapadinha onde fez uma audiência pública. Familiares de presos e líderes religiosos confirmaram as supostas torturas. A OAB-MA preparou um relatório que foi encaminhado às autoridades competentes. Pediu a exoneração do delegado e atuação do Ministério Público no caso.

Segundo Marques, o delegado foi transferido do 2º Distrito da cidade de Chapadinha para Pedreiras (MA) durante o acompanhamento das supostas torturas pela OAB-MA. Mas a transferência não teria uma ligação direta com o acompanhamento dos casos de tortura.

Mesmo assim, o delegado teria ficado irritado e "começou a andar armado em Chapadinha, onde reside, ameaçando os advogados que ele tinha contato no antigo local de trabalho", disse Marques. Segundo o presidente da OAB-MA, os advogados se sentem intimidados com a presença do delegado que anda armado na cidade.

"Também distribuiu panfletos afirmando que eu teria parentesco com os presos da delegacia onde ele atuava. Tudo isso para confundir a opinião pública", afirmou.

De acordo com o presidente da OAB-MA, o seu filho que é presidente da Câmara Municipal de Chapadinha também estaria sofrendo ameaças por causa de uma moção de repúdio contra a tortura dos presos. A moção foi aprovada pela Câmara.

Nesta quinta-feira (20/12), o presidente da OAB-MA e os advogados Marcos Alessandro Coutinho Passos Lobo e Josivaldo Oliveira Lopes serão desagravados, às 11 horas, em Chapadinha em sessão

extraordinária do Conselho Seccional, Comissões de Trabalho e Tribunal de Ética e Disciplina da instituição.

Segundo a OAB-MA, os advogados foram vítimas de ameaças,

agressões morais e violação de suas prerrogativas profissionais pelo

delegado.

A OAB-MA convidou o titular da Gerência de Segurança Pública, Raimundo Cutrim, para participar da sessão de desagravo público dos advogados.

A revista Consultor Jurídico tentou entrar em contato com o delegado. Um funcionário da delegacia de Pedreiras disse que ele não trabalharia no local.

Revista Consultor Jurídico, 18 de dezembro de 2001, 16h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/12/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.