Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Desacato a autoridade

STF recebe inquérito sobre deputado gaúcho envolvido em acidente

O Supremo Tribunal Federal recebeu inquérito penal que envolve o deputado gaúcho Waldomiro Fioravante (PT-RS). O Inquérito foi instaurado pela Polícia Federal por desacato e desobediência. O deputado atropelou duas pessoas que estavam em uma motocicleta.

De acordo com a delegacia da Polícia Federal em Porto Alegre (RS), o acidente ocorreu em agosto desse ano, após o deputado ter consumido bebida alcoólica durante um churrasco.

Segundo denúncia, o deputado recusou-se a apresentar a carteira de habilitação e os documentos do carro. No relatório da Polícia consta que ele ainda respondeu ao policial rodoviário de "forma virulenta, desrespeitosa e ofensiva".

O deputado também se negou a ir até o hospital para fazer exame clínico. Segundo o relatório, ele só compareceu ao posto da polícia rodoviária algum tempo depois. Ele admitiu que estava embriagado e que "não se humilharia" a submeter-se a exame para medir o grau de alcoolismo.

O inquérito foi enviado ao STF para que sejam apurados os fatos das infrações cometidas porque o deputado tem foro privilegiado.

INQ 1.789

Revista Consultor Jurídico, 11 de dezembro de 2001, 17h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/12/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.