Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Campos do Jordão

Encontro Nacional de Juízes Federais começa nesta quarta-feira

O Encontro Nacional dos Juízes Federais do Brasil pode desfazer o nó existente entre Judiciário e governo. A afirmação é do juiz do TRF da 3ª Região e coordenador do evento, Fábio Prieto. O Encontro começa nesta quarta-feira (29/8), em Campos do Jordão.

Segundo o juiz, quando ACM ainda era senador "não titubeou em eleger o Poder Judiciário como alvo de críticas". Ele afirma que o ex-senador usou o caso de desvio de verbas das obras do TRT-SP por Nicolau dos Santos Neto e "passou a disparar a metralhadora giratória, estendendo a crítica generalizada ao Poder Judiciário". Na opinião pública e na dos magistrados, ACM era o "governo". Agora que não é mais senador, o diálogo poderá ser retomado com mais facilidade com o governo.

O Encontro terá início, às 19h, no auditório Cláudio Santoro, com um coquetel. Na quinta-feira (30/8), o tema de discussão será "Brasil: Justiça para Todos?", debatida pelo professor da Universidade Estadual de Campinas, Roberto Romano e professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Celso Antônio Bandeira de Melo, às 9h.

No mesmo dia, estarão presentes para diversos debates o ministro da Fazenda, Pedro Malan, o professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Fundação Getúlio Vargas, Joaquim Falcão, o professor da Universidade de Brasília e Consultor do Banco Mundial, Jorge Arbache, o professor de Economia da UFRJ, pesquisador do IDESP, o chefe do Departamento Econômico do BNDES, Armando Castelar Pinheiro e o ministro presidente do Superior Tribunal de Justiça e do Conselho da Justiça Federal, Paulo Costa Leite, entre outros. O evento se encerra na sexta-feira (31/8) com um jantar.

Revista Consultor Jurídico, 28 de agosto de 2001, 18h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/09/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.