Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Informações em braile

Prefeitura de Cuiabá quer colocar placas em braile na cidade

Nos próximos seis meses a prefeitura de Cuiabá, com auxílio da Associação dos Cegos e de parcerias, pretende implantar Projeto de Lei Municipal que regulamenta a instalação de placas informativas, escritas em braile, nos prédios públicos, comerciais, logradouros de grande movimentação, bancos, pontos e terminais de ônibus.

A idéia foi aprovada e regulamentada na lei número 4.025 de autoria do vereador do PPB, Caio César, que desde 1999 estaria trabalhando pela implantação.

Segundo o tesoureiro da Associação dos Cegos e um dos integrantes da equipe responsável pela viabilidade do projeto, Marino Benedito de Oliveira, os deficientes visuais sempre se sentiram podados no direito de "ir e vir", e conseqüentemente no de exercer a cidadania.

"Antes pensávamos, por exemplo, em mudanças mais específicas como a de cardápios de restaurantes em braile, informações de serviços e pequenas mudanças. Mas as pessoas achavam desnecessárias as mudanças. Porém, para irmos a qualquer lugar onde lidamos com preços, onde temos que fazer opção, alguém que enxerga as informações tem que nos acompanhar e ajudar", avaliou Oliveira.

O tesoureiro conta que a proposta das placas teria aparecido para a Associação depois que um homem que enxerga se apresentou e pediu para aprender braile. "Ele contou que tinha visto a idéia numa revista, que achou interessante, e se propôs a fazer as placas informativas como experiência para usarmos dentro da Associação.

Na prática ficou muito bom e fomos correr atrás para ver se fazia a idéia virar lei. Aí descobrimos que o projeto já existia, e que a prefeitura estava com intenção de implantar", disse.

Fonte: Diário de Cuiabá

Revista Consultor Jurídico, 13 de agosto de 2001, 15h47

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/08/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.