Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Direitos defendidos

Aasp defende garantia de direitos constitucionais de ACM e Arruda

A Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp) publica, no próximo boletim, nota em que defende as garantias dos direitos constitucionais dos senadores Antônio Carlos Magalhães e José Arruda. De acordo com a Aasp, é preciso que o julgamento dos senadores no caso da violação do painel eletrônico do Senado seja justo.

Veja a nota que será publicada no boletim da Associação

Direito de defesa para todos

Os senadores Antônio Carlos Magalhães e José Roberto Arruda já tiveram ocasião (especialmente na CPI do sistema financeiro) de atentar contra o exercício da advocacia e contra as garantias constitucionais de ampla defesa conferidas a todos, absolutamente todos, os acusados, o que chegou a motivar manifestação pública de protesto desta entidade.

No momento em que ambos estão sofrendo acusações graves, a Associação dos Advogados de São Paulo espera que sejam garantidos todos os direitos constitucionais dos acusados - que pretenderam negar a outros - bem como que tenham a assistência de advogados competentes, única maneira de tornar justo o julgamento a que haverão de ser submetidos.

Revista Consultor Jurídico, 24 de abril de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/05/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.