Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Informações privilegiadas

Delegada é condenada por cumplicidade com Fernandinho Beira Mar

A diretora da Divisão de Captura e Polícia Interestadual (Polinter) da Paraíba, delegada Maria Rodrigues Vasconcelos, de 49 anos, foi condenada a quatro anos e meio de prisão pela juíza Therezinha Maria de Avellar Duarte, da 1ª Vara Criminal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Presa desde março do ano passado, Maria Rodrigues foi considerada culpada da acusação de cumplicidade com o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar.

A Polícia Federal gravou conversas telefônicas entre ela e o traficante, e também com as irmãs de Beira-Mar, Débora Cristina e Alessandra da Costa, que viviam na Paraíba. Elas seriam protegidas por policiais ligados à delegada. Atualmente, ambas encontram-se presas no Rio.

A Justiça concluiu que Maria atuava na segurança da quadrilha do traficante, repassando informações sigilosas sobre operações de captura dos bandidos e inibindo ações policiais contra o grupo. Mais doze pessoas ligadas a Beira-Mar foram condenadas pela juíza.

Fonte: UOL

Revista Consultor Jurídico, 18 de abril de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/04/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.