Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Conselho de Guerra

STF elege Marco Aurélio nesta quarta em meio a polêmica

Às 14h desta quarta-feira, os ministros do Supremo Tribunal Federal devem eleger o ministro Marco Aurélio como presidente da Corte e seu colega Ilmar Galvão para a vice-presidência. A posse ocorrerá em maio.

A eleição do novo presidente do STF cerca-se da polêmica provocada pela iniciativa do Advogado-Geral da União que, em ofício enviado ao Supremo, criticou os ministros por conversarem informalmente com jornalistas.

Segundo publicou o jornal Folha de S.Paulo, a censura de Gilmar Mendes teve o apoio do atual presidente do STF, Carlos Velloso, para quem os ministros estariam "exagerando" nas entrevistas em "off" (informações dadas com a condição de que a fonte não seja revelada).

A divulgação do ofício de Gilmar gerou reação pública por parte do futuro presidente do STF e uma reunião sigilosa de quatro ministros da Casa: Carlos Velloso, Nelson Jobim, Sepúlveda Pertence e Néri da Silveira.

Eles se reuniram no edifício onde residem, na Super Quadra Sul 313. O conciliábulo, segundo servidores do STF, teria ocorrido no apartamento do ministro Nelson Jobim. A assessoria de imprensa do Tribunal negou que o encontro tenha acontecido.

Segundo a Folha de S.Paulo desta terça-feira (17/4), o ministro Nelson Jobim estaria disposto a negar seu voto a Marco Aurélio.

Revista Consultor Jurídico, 17 de abril de 2001, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/04/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.