Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Delegado assassinado

Julgamento de ex-PM acusado de matar delegado é adiado

O julgamento do ex-sargento da PM, Sérgio Bueno, que estava marcado para esta segunda-feira (25/09), foi adiado para o dia 27 de novembro.

Bueno, que é acusado de envolvimento no assassinato do delegado federal Alcioni Serafim de Santana (ocorrido em maio de 1998), prestará depoimento no Tribunal do Júri Federal.

Ele é suspeito de ter intermediado a negociação entre Carlos Leonel da Silva Cruz, ex-delegado federal, e Gildenor Alves de Oliveira — quem contratou Gildásio Teixeira Roma e Carlos Alberto da Silva Gomes para atirar na vítima.

Roma e Gomes já foram condenados a 25 anos de reclusão. As penas deverão ser cumpridas em regime integralmente fechado.

Carlos Leonel foi morto durante a investigação de um crime de concussão (extorsão praticada por servidor público).

Revista Consultor Jurídico, 25 de setembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/10/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.