Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Atestado

Ação contra Veja leva Fasano a receber diploma de Grupo Gay

Por ter entrado com ação contra a revista Veja, da Editora Abril, garantindo não ser homossexual, o ator Victor Fasano será homenageado.

Ele vai receber o diploma "100% heterossexual!" do Grupo Gay da Bahia (GGB), que decidiu reverenciar todas as personalidades que entrarem na Justiça para provar que não são homossexuais.

O artista move um processo por danos morais contra a Editora Abril, pelo fato de a revista Veja ter publicado notas em uma seção de humor, com ironias sobre a virilidade do ator.

Em outra ocasião, a revista divulgou uma entrevista concedida por Fasano, sob o título "Eu não sou gay". Segundo os advogados do ator, a entrevista teria sido distorcida apresentando Fasano como homofóbico.

Para o líder do GGB, o antropólogo Luiz Mott, o processo é "uma agressão à comunidade homossexual".

Segundo Mott, o objetivo do diploma "é provocar uma discussão, pois a reação do ator é exagerada". O antropólogo afirmou que diversos senadores e governadores já foram chamados de gays e não deram importância ao fato.

O líder do GGB vai mais longe, segundo ele, Gregório de Mattos – um dos grandes poetas do período barroco – teria se referido a Jesus Cristo como um "sodomita" (homossexual) "e nem por isso foi preso ou queimado pela inquisição" afirmou.

O diploma deverá ser entregue ao ator, pelo correio, na TV Globo do Rio de Janeiro no próximo dia 24 de setembro.

Revista Consultor Jurídico, 19 de setembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 27/09/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.