Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Queixa-crime

Justiça acolhe queixa-crime de Maluf contra Marta Suplicy

A candidata Marta Suplicy (PT/SP) terá que se explicar na Justiça. Uma queixa-crime contra ela, feita pelo também candidato Paulo Maluf, foi acolhida pelo juiz Alex Taden Monteiro Zilenovski, da 11ª Vara Criminal Central da capital.

Marta deverá esclarecer as declarações dadas ao jornal “Folha de S.Paulo” e publicadas na edição de 13 de março de 2000, na qual teria afirmado que há uma conta bancária conjunta entre o prefeito Celso Pitta e o candidato do PPB no exterior.

A audiência, que havia sido marcada para sexta-feira (15/9), às 14 horas, foi adiada — devido a um recurso da defesa — e remarcada para 6 de outubro.

O advogado José Roberto Leal, que representa Maluf na causa, afirmou que entrará, nesta quinta-feira (14/9), com uma petição para tentar antecipar a audiência.

Revista Consultor Jurídico, 13 de setembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/09/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.