Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Petrelluzzi na mira

Secretário de Segurança de SP é acusado de improbidade

Acusado de mau uso do dinheiro público, no episódio da "Teletaxa", o secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Marco Vinicio Petrelluzzi, terá que apresentar sua defesa em 15 dias em ação movida pelo Ministério Público (MP).

A determinação é da juíza Ana Paula Bandeira Lins, da 2ª Vara da Fazenda Pública.

O MP acusa Petrelluzzi de improbidade administrativa. A questão gira em torno do gasto de R$ 2,38 milhões com publicidade para a "Teletaxa", que seria cobrada dos donos de linhas telefônicas com o objetivo de reequipar a Polícia Militar.

O secretário de Comunicação de SP, Osvaldo Martins Filho, já teve que devolver parte da soma aos cofres públicos.

Além do ressarcimento, o juiz Venício Antônio de Paula Sales, da 9ª Vara da Fazenda Pública, teria determinado a perda do cargo público e a suspensão dos direitos políticos por cinco anos, segundo o Jornal da Tarde.

Revista Consultor Jurídico, 27 de outubro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/11/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.