Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crimes na Internet

Conheça os projetos que punem os delitos na Internet

Por 

Há quatro projetos em tramitação no Congresso Nacional que tratam dos crimes cometidos pela Internet. Na Câmara, o deputado Luiz Piauhylino (PSDB-PE) apresentou uma proposta que tipifica sete novos crimes de informática, entre eles, a obtenção de informações pessoais e segredos de negócios.

A proposição de Piauhylino já foi aprovada pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática e aguarda votação da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, em caráter terminativo - ou seja, a Comissão aprova a matéria em nome de toda a Câmara. Ela determina ainda que sejam considerados crimes o acesso indevido a redes de computadores e a veiculação de pornografia pela rede, sem aviso prévio aos internautas.

No Senado, três projetos sobre o assunto tramitam na Comissão de Educação, dois deles conjuntamente. A proposta do senador Lindomar Quintanilha (PPB-TO), que triplica as penas dos crimes cometidos com o uso da tecnologia de informação e de telecomunicações, foi apensada ao projeto apresentado pelo ex-ministro da Justiça, Renan Calheiros (PMDB-AL), que detalha falsificações e alterações cometidas por meio da rede mundial de computadores.

Os projetos terão de ser votados na CE antes de seguirem para a CCJ, onde também serão avaliados em decisão terminativa. Deve ainda ser apensado a eles o projeto do ex-senador Luiz Estevão (PMDB-DF, cassado este ano) que também tramita na CE. Bem mais restritivo, a proposição de Luiz Estevão determina que todos os provedores de Internet manterão o registro de todas as conexões realizadas nos três anos anteriores. Também obriga aos provedores manterem comprovantes de identidade e endereço dos usuários.

 é repórter da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro.

Revista Consultor Jurídico, 27 de outubro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 04/11/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.